Inicio Vídeos Cacique de Mangueirinha é preso novamente pela PF

 

Cacique de Mangueirinha é preso novamente pela PF
A Polícia Federal em Guarapuava prendeu novamente na ultima quarta-feira (14/11), o cacique da Reserva Indígena de Mangueirinha (PR), Valdir Kokoj dos Santos. A ação faz parte da segunda etapa da Operação Forte Apache, deflagrada na semana passada pela PF.

Na Operação Forte Apache, foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão na Reserva Mangueirinha, além da prisão do cacique e de outros cinco indígenas, por posse ilegal de arma de fogo e munições. Na ocasião os mesmos pagaram fiança, foram liberados, porém continuaram a praticar crimes contra membros da comunidade indígena local, inclusive mediante grave violência física.

O cacique foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal no Paraná e o inquérito policial para apurar todos os crimes cometidos continuará tramitando junto à Polícia Federal em Guarapuava. Com a prisão do cacique Valdir, um grupo de desafetos, teria invadido a aldeia e prendido o vice-líder Julinho e agredido vários indígenas entre eles mulheres crianças e idosos.

Algumas das vítimas teriam sido socorridas  à casa hospitalar em Coronel Vivida, entre elas a índia Carmen Regina, esposa do índio Joel, que diz ter visto seu marido ser agredido e colocado no porta-malas de um carro e seguiram com ele para o meio da mata. O vice-líder Julinho, segundo Carmen Regina também teria sido sequestrado.

A aldeia está fechada ninguém consegue sair ou entrar. Informações dão conta de que a casa do cacique foi incendiada e a situação é de desespero na aldeia. A índia Carmen Regina informou que há pessoas mortas na aldeia em virtude do confronto dos grupos.

A Polícia Federal de Guarapuava acompanha a movimentação no lado de fora na entrada da aldeia. Mais informações só poderão ser confirmadas a partir da tarde de hoje.

 

Apoiadores:

difer

itaipu
odoidao